Etapa da Configuração II visita o Mosteiro de São Bento de Singeverga

 conf2 singeverga 3

No passado dia 27 de maio, os seminaristas da Configuração II, acompanhados pelo seu formador, Pe. António Jorge, visitaram o Mosteiro de São Bento de Singeverga, da ordem religiosa beneditina, situado na freguesia de Roriz, município de Santo Tirso, distrito do Porto. Estes estiveram com o Dom Abade Bernardino Costa e o Monge Prior Luís Aranha.

Continuar a ler

  • Visualizações: 23

Domingo da Santíssima Trindade (B)

DEUS COMO ABRAÇOSANTISSIMA TRINDADE BB

LECTIO DIVINA – Um Roteiro

0. Preparo-me
Procuro um lugar adequado e uma boa posição corporal. Respiro lenta e suavemente.
Silencio os pensamentos. Tomo consciência da presença de Deus, invocando o Espírito Santo.

1. O que diz o texto
- Leio pausadamente Mt 28, 16-20.
- Sublinho e anoto o mais significativo.
Jesus convoca os discípulos para a Galileia e comunica-lhes sua autoridade e missão. Omite-se a despedida e ascensão, sublinhando-se a promessa que Jesus seguirá junto deles.

Continuar a ler

  • Visualizações: 233

Domingo de Pentecostes (B)

O FIEL MENTOR8 PENTECOSTES BB

LECTIO DIVINA – Um Roteiro

0. Preparo-me
Procuro um lugar adequado e uma boa posição corporal. Respiro lenta e suavemente.
Silencio os pensamentos. Tomo consciência da presença de Deus, invocando o Espírito Santo.

1. O que diz o texto
- Leio pausadamente Jo 15,26-27; 16,12-15.
- Sublinho e anoto o mais significativo.
Jesus apresenta o Espírito Santo que, após a ressurreição, elucidará os apóstolos sobre o sentido profundo da sua missão. Ele será o “Paráclito” da Igreja, isto é, seu defensor, consolador e intérprete.

Continuar a ler

  • Visualizações: 348

Domingo da Ascensão

DISCÍPULO, PROCURA-SE7 ASCENSAO BB

LECTIO DIVINA – Um Roteiro

0. Preparo-me
Procuro um lugar adequado e uma boa posição corporal. Respiro lenta e suavemente.
Silencio os pensamentos. Tomo consciência da presença de Deus, invocando o Espírito Santo.

1. O que diz o texto
- Leio pausadamente Mc 16,15-20.
- Sublinho e anoto o mais significativo.
No momento da sua Ascensão, Jesus confia aos discípulos a universalidade do anúncio da Boa Nova. Mas não os deixa sós: sua nova presença revela-se nos sinais que acompanham a evangelização.

Continuar a ler

  • Visualizações: 545

VI Domingo de Páscoa

TESTAMENTO VITAL6 PASCOA BB

LECTIO DIVINA – Um Roteiro

0. Preparo-me
Procuro um lugar adequado e uma boa posição corporal. Respiro lenta e suavemente.
Silencio os pensamentos. Tomo consciência da presença de Deus, invocando o Espírito Santo.

1. O que diz o texto
- Leio pausadamente Jo 15,9-17.
- Sublinho e anoto o mais significativo.
Jesus revela que o amor com que nos ama brota do Pai. “Guardar os mandamentos” é aprender d’Ele a viver essa dinâmica de amor. Esta é fonte de alegria e experiência de amizade. Este “testamento” de Jesus é, para nós, missão e identidade.

2. O que me diz Deus
- Que pensamentos e sentimentos despertam em mim esta passagem?
No Evangelho de S. João, Jesus não me pede que Lhe retribua amor, mas que ame meus irmãos. Porquê? Para não cair no subjetivismo, a única forma demonstrável de amar a Deus é amando meu irmão. Amar o próximo não é fácil: exige compromisso, concreto e assíduo. Se recordar o que Cristo fez por mim, torna-se possível a fidelidade e doação aos outros. É dessa forma que provo ser seu discípulo e amigo. Amar é meu “estágio profissional”: permanecer e crescer, em Deus, para dar bom fruto.

Continuar a ler

  • Visualizações: 677

Seminaristas da Configuração II recebem testemunho sobre os desafios da missão

conf2formcomplementar1No dia 18 de abril, os seminaristas da etapa da Configuração II juntamente com o seu formador e reitor P. António Jorge, estiveram reunidos com o escolástico jesuíta Diogo Marques Gaspar, que vive na comunidade Pedro Arrupe, estuda Filosofia e Humanidades na UCP e assiste o núcleo norte dos Gambozinos. Foi um proveitoso encontro, no qual pudemos partilhar um pouco da alegria e dos desafios da missão e da evangelização numa perspetiva de Igreja em saída como nos exorta o Papa Francisco. Este encontro teve em conta o futuro contacto com várias realidades sociais que reclamam a nossa proximidade solícita.

  • Visualizações: 458

Mais artigos...